Tem louco pra tudo! E a Universidade de Harvard é a prova disso! Um grupo de cientistas simulou enxames da vida real com micro robôs.

A ideia era demonstrar o conceito de robótica com uma exibição bacana. Para isso bolaram um sistema de auto-montagem de figuras. E agora vieram a público exibir o resultado por meio de um vídeo. Nele, vemos em ação um conjunto de milhares de micro robôs, de baixo custo, chamados de “Kilobots” ou “bots”, que são movidos por motores de vibração e usam comunicação de luz-infravermelha. Os bots podem realizar movimentos programados até montar formas e padrões.

Kilobtos

O processo que eles usam é realmente interessante e funciona como uma espécie de rede. Alguns micro robôs, designados como “sementes”, se locomovem e ficam em uma posição programada. Esses bots emitem uma luz infra-vermelha que gera uma espécie de dimmer, à medida que vão se afastando. Isso faz com que os outros bots sejam “avisados”, e assim, começam a se mover em direção aos bots semente. Depois que os bots estão todos em um só lugar, eles se comunicam entre si para o correto posicionamento.

O resultado geral é um autêntico “Flash Mob” de robôs, criando figuras como uma estrela-do-mar ou uma chave inglesa.

Se você é daqueles que temem pelo futuro, achando que podemos ter problemas com a Skynet ou uma rebelião das máquinas, fique atento: as formigas já foram criadas!

 

(Matéria original na Univerisidade de Harvard)

Sobre o autor

Administrador e Editor - Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia