Beats

 

Apple gastou uma baita grana para adquirir a Beats no início deste ano e agora parece que a empresa quer usar tudo o que a marca tem a oferecer. A Beats não é apenas uma empresa com ótimos e caros fones de ouvidos. Possui também um elogiado serviço de streaming musical, chamado Beats Music. Agora, para garantir que você vai experimentar o serviço, quando ele estiver disponível mundialmente, a empresa supostamente vai começar a empacotá-lo juntamente com o iOS, sistema operacional embarcado em iPhones, iPads e iPods, a partir do próximo ano.

De acordo com o Financial Times, isso pode acontecer já em março de 2015. Os relatos que ecoam, apontam para o fato de que a Apple pode até mesmo mesclar o serviço de streaming da Beats com o iTunes em algum momento no futuro. Eles também afirmam que alguma forma de incorporação do serviço de streaming ao iOS pode já está agendada para chegar junto com o lançamento da aguardada peça vestível da Apple, o Apple Watch, com chegada também aguardada para Março.

Quando a Apple comprou a Beats, ela pensava exatamente em uma referência ou um ponto de partida para o negócio de streaming de música, algo que fosse muito marcante. Mas de acordo com algumas estimativas, o serviço só foi capaz de atingir até o momento, cerca de 119 mil assinaturas. Ou seja, apenas uma pequena melhoria nas 110.000 assinaturas que supostamente a Beats Music já havia obtido por conta própria, antes de ser comprada. Realmente um incremento bem insignificante para uma empresa do porte da Apple. É bem possível que esses números melhorassem muito se a Apple empacotasse o Beats Music com iOS, mas provavelmente o impacto seria muito maior se ela tornasse o serviço incorporado ao iTunes. Provavelmente, o crescimento seria monstruoso, já que alcançaria um número muito maior de usuários.

Ainda existem outros relatórios que afirmam que a Apple pode disponibilizar o custo de uma assinatura da Beats Music por US$ 5.00 mensais, a fim de competir com os gigantes atuais do mundo de streaming como o Spotify e Google Play Music. Atualmente existem aplicativos do Beats Music para iOS, Windows Phone e Android, mas o serviço ainda não está disponível oficialmente para assinaturas no Brasil.

 

Beats Music

 

Melhor mesmo que as mudanças citadas pelo Financial Times ocorram. Melhor para os usuários atuais, potenciais novos usuários, mas principalmente para a Apple. Afinal, da maneira que as coisas estão, com uma assinatura da Beats custando US$ 9.99 por mês ou US$ 99.99 por um ano, ficará bem difícil o serviço crescer muito e a Apple poderá amargar um inesperado fracasso no segmento.

Nenhuma palavra foi dita nesse relatório sobre como ficará o iTunes Radio com uma possível incorporação da Beats Music no iOS ou no iTunes. O serviço até hoje não chegou em terras brasileiras e pelo jeito não chegará mesmo. Pelo menos, não como é hoje.

 

(Via MacLife)

Sobre o autor

Administrador e Editor - Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia