Robotic Spider

 

Seda? Tafetá? Blergh. Ninguém quer saber disso. Em sua próxima criação para a moda pense em algo criativo, como fez o artista holandês Anouk Wipprecht, que caprichou na impressão 3D e fez algo verdadeiramente diferente. O resultado final é um vestido de “aranha robô”, que se fecha para defender seu portador quando detecta algum tipo de movimento. OK, você talvez diga que esse negócio aí, se parece mais com o robô inseto que mencionamos essa semana, do que com uma aranha especificamente. Não importa!

Essa espécie de corpete esquelético é feito por uma impressora 3D e carrega sensores que são ligados a um processador de controle. Basta que alguém se aproxime dele muito rapidamente e aqueles braços entram em uma posição de defesa. Mas, como disse Wipprecht, seu criador, ao Motherboard, é possível conseguir movimentos mais discretos usando “gestos suaves e sugestivos”. Será que dá para dizer que essa estranha peça é uma tecnologia vestível? Você decide.

 

Modelo aranha robô

 

Seja lá como for, Wipprecht não é um completo estranho nessa área. Ele lançou uma versão anterior do vestido de aranha robô há dois anos, com a ajuda do especialista em robótica, Daniel Schatzmay, que atraiu a mesma curiosidade, mas se tratava de algo mais mecanizado. A versão deste ano possui uma estética mais orgânica e segundo Wipprecht, “fornece uma extensão da intuição dos usuários”. Sabe-se lá o que isso quer dizer!

Curioso para ver “a coisa” em ação? Se o vídeo abaixo com o teaser não for suficiente para você, aguarde mais um pouco pois Wipprecht vai mostrar o vestido na CES 2015, em Las Vegas, em 06 de Janeiro. Quem se arrisca a fazer um hands-on?

 

 

logo-techfashion-200

Via Motherboard

Sobre o autor

Administrador e Editor - Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia