Futian, fica na fronteira entre a China e Hong Kong e lá existem funcionários aduaneiros fazendo um intenso trabalho de verificação de passaportes e alfandegários para tentar impedir o contrabando. Consegue acreditar que um doido, indo de Hong Kong para a China, colou 94 iPhones ao próprio corpo e tentou passar sem nenhuma vergonha pela polícia? Aliás, consegue imaginar como alguém fica com 94 iPhones colados em seu corpo?

 

94 iphones

A história foi trazida à atenção pelo Huffington Post, que relatou que (obviamente!) o passageiro tinha uma postura estranha ao andar, rigidez nas articulações e tensão muscular. Bagagem que é bom, ele não tinha quase nada, apenas dois sacos.

Mas advinha o que aconteceu? Os policiais pediram que o homem passasse pelo detector de metais, que, claro, não parava de apitar. Eram 94 iPhones colados no tórax, abdômen, virilha, coxa e ainda na panturrilha. O homem, que mais parecia o Robocp, acabou preso.

Ao que parece esse tipo de problema é bastante comum por lá. No último mês, foram apreendidos 282 iPhones nessa fronteira.

E se você está ansioso para saber qual o diferença de preços do iPhone entre os dois lados da fronteira, que leva um maluco a se arriscar dessa forma, nós informamos: em torno de R$400,00, aproximadamente. Se ele conseguisse passar com os 94 iPhones, o lucro até que seria bom. Mas continuo achando difícil que mais alguém, além dele, realmente acreditasse nessa hipótese.

Quem agora poderá dizer que o iPhone não é um gadget vestível?!

Via 9to5mac

Sobre o autor

Administrador e Editor - Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia

  • Savio Costa

    Que maluco! O que ele pensou que o iPhone era feito de papel para não apitar no detector de metais?

  • Felipe

    KKK, ele é burro mesmo.

  • Carlos

    Pessoal, conseguem imaginar quanto esse cara gastou para comprar esses iPhones? Uns duzentos mil reais. Alguma coisa não bate nessa história. Provavelmente ele estava acertado com alguém para não revistarem ele e algo deu errado. Dançou neném!

  • Fernando

    Se os bandidos sacarem essa idéia aqui no Brasil, vão perceber que é mais lucrativo entrar no Brasil com IPhone do que com cocaína.

    • savio

      Nunca