Filmar o deslocamento da luz sempre se mostrou algo complicado. Mas com o avanço da tecnologia, temos visto melhorias significativas nos estudos dessa área. Eis que agora, cientistas tornaram possível gravar em imagem toda a trajetória de um laser enquanto ele se desloca por um laboratório.

laser_wide.0

Esse vídeo abaixo mostra um novo experimento desenvolvido por pesquisadores da Universidade Heriot-Watt, em Edimburgo, no Reino Unido. Ele foi criado usando uma nova câmera de alta velocidade capaz de detectar fótons individualmente. Os pesquisadores registraram 2 milhões de pulsos de laser ao longo de um período de 10 minutos, agregando colisões individuais de fótons com partículas de ar para mapear toda trajetória de voo do laser.

Após isso, esses dados são processados e transformados nas imagens do vídeo. O resultado final é equivalente à uma gravação em 20 bilhões de quadros por segundo, da trajetória de voo do pulso de laser. Algo realmente difícil até de imaginarmos!

Por ser apenas um experimento puramente acadêmico, muitos talvez imaginem que ele não terá aplicações relevantes, sendo apenas uma exibição do desenvolvimento da tecnologia. Mas isso não é verdade. Esse sistema de detecção do laser poderá encontrar aplicações pertinentes em muitos estudos. Os cientistas da Universidade Heriot-Watt estimam que ele poderia ser usado, por exemplo para medir o comportamento dos plasmas.

Independente da aplicação, no momento o que realmente interessa é o vídeo. Não tem como não curtir o movimento do laser, especialmente quando nos damos conta de que estamos falando de algo histórico.

Via The Verge

Sobre o autor

Administrador e Editor - Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia