O CEO da Leshi Television, uma plataforma chinesa de vídeos, também chamada de LeTV, lançou um campanha que destaca que  a Apple é como Hitler. Forte, não?! Consegue imaginar porque tanto ódio no coração? Vamos aos fatos. 

Repare na foto acima. Note que na representação “Hitler” está fazendo uma saudação com o braço levantado, com o logo da Apple estampado no braço. Junto dele existem várias crianças e uma porta de frente. Parace que a ideia era fazer a porta se parecer com um smartphone.

Então, podemos entender que o objetivo da figura é indicar uma suposta comparação da liberdade encontrada no Android com os entraves do iOS. Isso bem claro, porque o anúncio dizia o seguinte: 

Colaborativo, livre vs. Arrogância, tirania.

Essa ação nos pareceu extremamente ofensiva e sem propósito. Afinal, compra aparelhos e serviços de qualquer empresa, o que gostam e se sentem atraídos por ela. Aqueles que, de alguma forma, veem vantagens naquela aquisição. Ninguém é obrigado a nada na área de tecnologia e toda empresa seus fãs e seus “haters”. Então, porque ser tão agressivo? Qual o objetivo dessa campanha? 

A resposta que damos é simples e direta: marketing. 

A empresa se prepara para lançar um modelo de smartphone em 2 de abril, o LeTV X900 que inclusive está entre os 4 smartphones sem bordas já comentados aqui no site. E em função disso, resolveu pegar pesado, afinal de contas, estamos falando de um mercado extremamente saturado de opções para o consumidor. Entrar nessa área atualmente, não deve ser nada fácil. Pensando assim, porque não tentar um pequena parcela da líder de mercado? O que vimos foi uma forma desequilibrada de chamar a atenção da mídia. A empresa abusou da liberdade de expressão, afinal mexeu com algo muito sério é uma ferida existente na sociedade humana. 

Querem saber mais? A imagem foi postada diretamente pelo CEO da LeTVJia Yueting, no Weibo, para 5,5 milhões de seguidores. Veja um trecho de sua declaração:

Sob o arrogante regime de dominação do iOS, que os desenvolvedores ao redor do mundo amam porém odeiam, nós sempre nos perguntamos se esse tipo de inovação era correta.

O líder da LeTV ainda diz que a Apple impõe “freios de inovação tecnológica” por causa de seu ecossistema fechado, o que “dificulta o processo industrial e fere o interesse dos usuários.”

Não temos dúvidas em afirmar que afirmar que a “Apple é como Hitler” não era a melhor maneira de passar a mensagem de que o Android, sistema operacional que a empresa provavelmente embarcará em seus smartphone, é mais aberto do que o iOS.

De qualquer maneira, assim como muitas outras campanhas de marketing sem sentido ou equivocadas, ela trouxe a atenção que a  LeTV e Yueting queriam, mesmo que nada disso traga algo de positivo.

Torcemos para que o marketing do setor tecnológico não desça, de forma generalizada, ao nível de ações como essa. 

Via Digital Trends

Sobre o autor

Administrador e Editor – Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia