E lá vem mais polêmica para a Apple! A versão russa da Siri, a assistente pessoal do iPhone e do iPad, está dando dor de cabeça para a empresa de Cupertino. Até a semana passada, ela estava gerando diálogos que não agradavam em nada alguns usuários. E a coisa estava estranha mesmo. Tanto é que muitos consideraram que a Siri dava respostas homofóbicas e trouxeram o assunto para imprensa. As perguntas estavam relacionadas a casamento gay e clubes gays.

Siri dá respostas homofóbicas
A Apple, quando questionada pela BBC Rússia, disse que se tratava apenas de um bug, que foi prontamente corrigido. Mas o mais estanho é o fato do comportamento só ter aparecido na Rússia, justamente um país que vem enfrentando grandes acusações e pressão por ter uma política considerada por muitos, como sendo homofóbica.

A questão foi trazida à tona por Alex, um locutor russo que notou as respostas de Siri russa, em Londres e postou um vídeo no YouTube sobre o ocorrido. Em entrevista, ele disse o seguinte:

Estava com amigos que tinham feito a última atualização do software e vi que estava disponível uma versão do Siri em russo. Começamos a fazer perguntas usando a palavra ‘gay’ e recebemos algumas respostas muito estranhas.

Abaixo transcrevemos um trecho do diálogo:

Alex: Siri, há clube gay por perto?

Siri: Eu teria ficado vermelha se pudesse.

Alex: Como posso registrar um casamento gay na Grã-Bretanha?

Siri: (Silêncio)

Alex: Como registrar um casamento gay na Grã-Bretanha?

Siri: Vou fingir que não escutei isso…

Alguns meios de comunicação tentaram replicar o citado comportamento da Siri russa, mas ninguém conseguiu, pois a Apple foi bastante rápida em alterar as respostas consideradas homofóbicas até aquele momento. Os relatos agora mencionam que quando perguntada por clubes gays, a Siri responde com precisão indicando a localização.

Isso vai dar pano pra manga, porque a pergunta que muitos se fazem é: “como aquelas respostas foram parar no sistema”? Claro, que isso não foi um bug, como afirmado pela empresa. Foi gravado. Será que a Siri dava resposta homofóbicas, justamente na Rússia, apenas por coincidência?

 

Via The Verge e BBC Brasil

Sobre o autor

Administrador e Editor – Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia