Alguns homens pensam grande. Outros pensam pequeno. E existem muitos que, definitivamente, não pensam. Levi Charles Reardon está entre esses. Reardon, que era procurado por roubo e falsificação em Cascade County, Montana, EUA, estava navegando pelo Facebook quando deu de cara com uma publicação da página Cascade County Crime Stoppers, uma espécie de “Procura-se“, ou “Most Wanted”. E olhando para suas fotos, de frente e de perfil, ele teve a brilhante idéia, de curtir o post. Genial, não? Dá para imaginar o resultado?

Gênio curte post com seu pedido de prisão. 'Procura-se"
Reardon foi posteriormente preso, sem maiores dificuldades, ontem pela manhã. Ele terá que enfrentar os tribunais sob a acusação inicial de falsificação e roubo de cargas. De acordo com o Great Falls Tribune, Reardon foi preso, com fiança fixada em US$ 2,500 e de fato não tinha uma, mas duas ordens de prisão contra ele. Sua acusação formal está prevista para ocorrer no dia 07 de maio.

A publicação de um “Procura-se” para Reardon era por ser suspeito em um caso recente envolvendo uma carteira roubada e cheques pessoais. Mais uma vez mostrando seu lado inteligente, Reardon tentou descontar quatro dos cheques roubados, depositando-os em seu próprio nome.

Gênio curte post com seu pedido de prisão. 'Procura-se"

Levi, com certeza entrou o hall dos grandes “gênios” da Internet. No ano passado a imprensa destacou as “habilidades impressionantes” de um homem chamado Roger Ray Ireland, que se gabava no Facebook que a polícia nunca iria pegá-lo. Claro, no dia seguinte ele já estava preso. Obviamente Reardon nunca deve ter lido nada a respeito das prisões de procurados pela justiça que interagem com outros em mídias sociais. Senão não teria cometido essa estupidez.

Mas talvez o mais interessante da história seja perceber que as pessoas parecem não conseguir ficar longe dos “likes” do Facebook e dos redirecionamentos de outras redes sociais, como é evidenciado pela história de uma mulher que postou uma selfie com um vestido roubado e foi … claro, presa.

Conclusão do assunto: cuidado com o você curte em redes sociais, especialmente quando existe um “Procura-se” postado pela justiça, pedindo sua cabeça.

Via Daily Mail

Sobre o autor

Administrador e Editor – Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia

  • Carlos

    Muito burro!