Após ter sido criticada publicamente pela cantora Taylor Swift, a Apple voltou atrás e resolveu que o Apple Music remunerará os artistas mesmo no período gratuito de 3 meses. No domingo á noite o vice-presdente da Apple, Eddy Cue, respondeu à carta aberta que Taylor Swift havia postado no início do dia.

 

Apple Music remunerará

 

Artistas e outros na comunidade da música haviam se queixado pelo fato da Apple ter oferecido 3 meses gratuitos para experimentação do Apple Music e de aparentemente não remunerar os artistas durante este período. A Apple não imaginou que artistas como Taylor Swift iriam se indignar tanto, já que todos seriam compensados com o fato de que o Apple Music remunerará melhor os artistas do que os demais serviços de streaming, como por exemplo o Spotify. Mas parece mesmo que Taylor Swift não compartilhava dessa visão e qualificou os 3 meses gratuitos oferecido pela Apple como “chocante” e “decepcionante”.

Difícil é acreditar na declaração que Taylor Swift fez, se apresentando como alguém não preocupada com si mesma, mas com os menos favorecidos novos artistas: “Isto não é sobre mim…  felizmente eu estou no meu quinto álbum e os shows ao vivo são o suficiente para manter a mim, minha banda e toda nossa equipe. Isto se trata do novo artista ou banda que acaba de lançar seu primeiro single e não serão pagos pelo seu sucesso .”  Swift ainda acrescentou: “Três meses é muito tempo para não ser remunerada, e é injusto pedir a alguém para trabalhar por nada”

O anúncio feito anteriormente por Taylor Swift de que seu mais recente álbum , “1989”, não estaria disponível no Apple Music, foi um explícito protesto contra a postura anterior da Apple em não remunerar os artistas nos 3 primeiros meses do serviço. Basta saber agora se a cantora irá reconsiderar essa decisão, já que o Apple Music remunerará a cantora mesmo no seu período de experimentação.

Por enquanto Eddy Cue é o porta-voz desta mudança de atitude da Apple, mas esperamos que em breve a Apple forneça mais detalhes, em uma carta aberta. O Apple Music estreará seu serviço premium no dia 30 de junho.

Via The Verge

 

 

 

Sobre o autor

Editor - Graduado em Marketing e hard user de tecnologia