A queda da Nokia a partir do topo da pirâmide do mercado de smartphone é uma história que vai continuar a ser contada por muitos anos. Fãs dos finlandeses há muito esperavam por um reavivamento à moda Jobs na empresa que começou a primeira revolução dos smartphones, agora que a parceria com o Windows Phone está virando passado. Essas esperanças se baseiam em um dispositivo com Android, e um vazamento recente oferece uma nova esperança para os seguidores.

nokia_c1

 

Nokia C1

A imagem do aparelho em questão  foi encontrada no site CNMO  e sugere um nome , Nokia C1.

Abaixo seguem algumas especificações sugeridas:

  • Processador Intel Atom
  • Sistema Android 6.0 Marshmallow
  • Tela 1080p tamanho de 5 polegadas.

Com base apenas nesses dados e na plataforma apresentada, dá para notar que não se trata do tão aguardado Nokia top de linha com sistema Android e sim um, certamente ótimo, smartphone na categoria de entrada ou intermediária.

Este vazamento ao menos bate com a declaração de Roberto Morlino, da Nokia, em julho:

“O caminho certo de volta aos smartphones para a Nokia é através de um modelo de brand-licensing. Isso significa identificar um parceiro que pode ser responsável por todo a fabricação, vendas, marketing e atendimento ao cliente para um produto. Se e quando nós encontrarmos um parceiro de classe mundial que possa assumir essas responsabilidades, nós trabalharemos de perto com ele para guiar ao design e tecnologia diferenciados, como fizemos com o tablet Android Nokia N1. Essa é a única maneira em que o mercado seria atingido por um dispositivo móvel  que estaríamos orgulhosos de ter com a marca Nokia, e que as pessoas gostariam de comprar.”

Ao menos a nomenclatura sugerida, C1, em comparação com o já lançado tablet N1, em parceria com a Foxconn, e o design com curvas, indicam que este vazamento combina com um padrão já adotado. Resta saber mesmo o seguinte: Será que o retorno da Nokia ao mercado de smartphones vai ser realmente com um dispositivo de entrada ou intermediário?

Agora, se você já está ansioso para colocar as mãos nesse belo aparelho, com base nas imagens vazadas, acalme-se. O acordo de não-competição assinado com a Microsoft que comprou a divição de dispositivos móveis da Nokia envovle o não retorno da marca Nokia no mercado de celular até o último quarto (setembro a dezembro) de 2016! Portanto, o que virá pode ser diferente do que os vazamentos indicam hoje e não será nos próximos meses.

Via Forbes

Sobre o autor

Programador, Graphic e Web Designer, D Silva é um heavy user de internet e tecnologia em geral buscando sempre estar atento à vanguarda.