Nos últimos dois dias, muitas notícias surgiram ligando os brutais ataques e atentados em Paris, na última sexta-feira, ao PlayStation 4. Mas será mesmo que os ataques foram planejados por meio de um console da Sony?

Teria o PlayStation 4 alguma relação com os atentados em Paris?

Tudo começou em uma reportagem da Forbes, que tinha como base uma entrevista, onde um ministro belga, Jan Jambon afirmou que existia uma preferência dos integrantes do ISIS pela plataforma e que supostamente um Playstation 4 havia sido encontrado no apartamento de um dos terroristas. Pronto! Estava lançada a confusão e isso foi suficiente para que a história se espalhasse pela mídia internacional, como sendo uma verdade absoluta. Mas ainda existe um problema maior: a data da entrevista.

Por mais incrível que isso possa parecer, a entrevista foi realizada três dias antes dos ataques de Paris. E ela foi baseada em uma reportagem da Forbes, onde o jornalista Paul Tassi, afirmou que um PlayStation 4 havia sido descoberto com um dos terroristas. Mas ele depois admitiu ao site Kotaku que havia algo de errado na história: justamentamente a parte da descoberta do console no apartamento do terrorista. Um absurdo! Isto é, não existe simplesmente nenhuma evidência que ligue o PlayStation 4 ou a rede da Sony, aos atentados em Paris.

Teria o PlayStation 4 alguma relação com os atentados em Paris?

Mas será que existe algum precedente para as especulações de Jambon? É verdade, que na Áustria, no ano passado, um menino de 14 anos foi preso depois de baixar planos de fabricação de bombas para o PlayStation. Isso ocorreu depois de fazer contato com simpatizantes do ISIS que apareciam online. Em maio, o rapaz foi condenado a dois anos de prisão. Mas isso, por si só, não mostra nada de específico na rede da Sony ou no PlayStation 4.

Ainda assim, estamos diante de um exemplo notável de como uma informação falsa pode se espalhar facilmente após uma tragédia. Um ciclo de notícias se completa, com dezenas de milhões de pessoas comentando sobre o possível papel do PlayStation 4 nos atentados em Paris e afirmando categoricamente que existe uma relação direta, quando na verdade, existe pouca ou nenhuma evidência.

Via The Verge

Sobre o autor

Administrador e Editor - Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia