A EOS 80D é um modelo intermediário da Canon que irá tomar o lugar da bem sucedida 70 DSLR, ou simplesmente 70D, lançada em 2013. A EOS 80D traz algumas melhorias bem interessantes em relação ao modelo anterior, como um sensor “higher-megapixel” e sistema de focagem automática de 45 pontos. A nova câmera também apresenta upgrade na captura de vídeo, o que significa que esta DSLR pode atender tanto a fotógrafos quanto a cinegrafistas.

Recursos e design

O design da 80D não é muito diferente da 70D, e vem em seu estilo típico de DSLR e com o corpo todo preto. As dimensões e peso da nova câmera são quase o mesmo que o seu antecessor, e duvidamos que você vai notar o pequeno peso extra. O peso somente será sentido quando for anexada certos tipos de lentes, como a nova EF-S 18-135mm f / 3.5-5.6 IS USM, mas é surpreendentemente confortável se você anexar a lente principal e compacta. Do ponto de vista de usabilidade, a nova câmera se assemelha em muito a 70D..

Canon EOS 80D

Existem pequenas mudanças estéticas, como os botões na parte de trás (menu rápido, reprodução, apagar) que são agora arredondados. A grande adição notável que você deve se preocupar é a porta de fone de ouvido que é próxima à tomada do microfone, o que é útil para gravar vídeos.

Com a atualização para Full HD 1080 a 60p (a 70D atinge o máximo em 30p), a Canon melhorou as características de filmagem. Porém aqui poderia ter sido ainda melhor, já que muitas das câmeras concorrentes já entraram no universo 4K.

EOS 80D

canon80d-4

As melhorias mas notáveis estão mesmo por dentro da 80D, ou seja, o sistema de foco automático de 45 pontos, um sensor de 24,4 megapixels APS-C CMOS, e processador de imagem Digic 6 . O visor oferece agora 100 por cento de cobertura do quadro. A 80D mantém o sistema dual Pixel CMOS AF, mas isso também foi aprimorado para oferecer maior velocidade e rastreamento.

Canon EOS 80D – Desempenho e Uso

O desempenho geral é muito bom. Tal como a 70D, a 80D consegue focar a imagem muito rapidamente. Com  45 pontos, o sistema AF , abrange mais frames e tem melhor performance em ambientes com pouca luz. A faixa de ISO nativa aumentou para 16.000 contra os 12.800 da 70D.

A nova lente 18-135mm, que a Canon inclui em um kit opcional, é muito suave durante focagem automática, graças a um novo motor ultra-sónico. Você mal pode ouvi-lo, o que é fundamental para tomada de vídeo, já que ninguém deseja ouvir, ao assistir um vídeo, o barulho do motor de foco.
A qualidade de vídeo também é ótima, e com a Dual Pixel AF e a nova lente, a focagem automática é sensível e suave. A opção de gravar videos em 60p também é útil, podendo alternar para qualidade cinematográfica (30p / 24p).

canon80d-8

Conectividade

A conectividade deu um grande avanço na EOS 80D, quando comparada a 70D. Ainda não existe um botão dedicado para Wi-Fi, mas você pode encontrá-lo no menu rápido. O pareamento pode ser feito de uma só vez com até três dispositivos móveis. Uma vez conectado, você pode transferir imagens JPEG da câmera, e controlar a câmera remotamente. A Canon acabou com a salada de aplicativos que possui e concentrou tudo em um único app, o Canon Câmera Connect. Com este aplicativo é possível alterar as configurações da câmera, como ISO, balanço de branco e selecionar uma área para o foco.

Consideramos a EOS 80D  uma evolução inteligente da 70D. A Canon não se agarrou a melhorias cosméticas, mas sim em trazer mudanças significativas em diversos aspectos funcionais da câmera, o que é muito bom. A 80D é uma boa opção para o segmento intermediário das DSLR.

Via Cnet

Sobre o autor

Editor - Graduado em Marketing e hard user de tecnologia