A Apple está sob ameaça de um grupo hacker auto-intitulado “Turkish Crime Family” ou Família Turca do Crime. Os hackers dizem que conseguiram acesso a milhões de contas de usuários do iCloud mundo afora. Assim, o grupo hacker poderia apagar qualquer dispositivo configurado com essas contas. Para não fazerem isso, exigem um pagamento de resgate por parte da Apple. A exigência é de US$ 75 mil em Bitcoin ou de US$ 100 mil em cartões de presente do iTunes.
As informações são do site Motherboard, que afirma que teve acesso a screenshots de e-mails entre os hackers e a equipe de segurança da Apple. Segundo o site, o grupo também postou um vídeo no YouTube, mostrando, supostamente, ser possível se logar nessas contas do iCloud.

Hacker iPad e iPhone

Segundo o Motherboard, a Apple respondeu o grupo hacker do seguinte modo: “Nós, primeiro solicitamos que vocês removam o vídeo que colocaram em seu canal do YouTube, já que ele está chama atenção indesejada. Em segundo lugar, gostaríamos que soubessem que não damos recompensas a cibercriminosos por eles infringirem as leis.”

O curioso nessa história toda e que os hackers primeiro disseram que poderiam manipular 300 milhões de contas, mas depôs falaram em 559 milhões. É ou não algo bem estranho? A probabilidade deles terem conseguido a acesso a apenas poucos dispositivos é muito grande.

Ao fazer a ameaça o grupo impôs à Apple uma data limite para o pagamento do resgate: dia 7 de abril. Pela forma como conduziram a situação, isso está parecendo coisa de amador, até mesmo pelo valor cobrado. Mas provavelmente em duas semanas saberemos se a história procede ou não e quão séria a ameaça realmente é para os usuários da Maçã.

                                                                                                                                                   

 Via Motherboard

Sobre o autor

Administrador e Editor - Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia