O Google está fazendo outra grande aquisição na área de hardware para smartphones. A empresa acaba de confirmar que planeja adquirir uma parte da equipe da divisão móvel da HTC por US $ 1,1 bilhão. “Estes futuros colegas Googlers são pessoas incríveis com as quais já trabalhamos na linha de smartphones Pixel, e estamos ansiosos para ver o que podemos fazer juntos como uma só equipe”, escreveu Rick Osterloh, chefe de hardware do Google, em um post. “O acordo também inclui uma licença não exclusiva para a propriedade intelectual da HTC”.

Peter Shen, diretor financeiro da HTC, disse que a HTC ainda empregaria mais de 2.000 funcionários em pesquisa e design depois que o acordo for concluído, em um universo de cerca de 4.000 colaboradores, de acordo com o New York Times. Isso faz com que o anúncio de hoje seja mais uma aquisição de talentos do que uma aquisição tradicional de recursos.

HTC Continuará no Mercado de Smartphones

A HTC continuará com seu próprio negócio de smartphones, mesmo depois de enviar uma boa parte de seu talento e operações para o Google. O CEO da HTC, Cher Wang, disse que este acordo “assegurará a inovação contínua no nosso negócio no mercado de smartphones e realidade virtual Vive”. Na verdade, o comunicado de imprensa da HTC revela que a empresa já está se “preparando ativamente” para o seu próximo smartphone top de linha.

HTC

Nesta última quarta-feira, a HTC anunciou que interromperia brevemente a negociação de suas ações na bolsa de valores de Taiwan para fazer um “grande anúncio”.

Esta é a segunda vez que o Google fez uma grande compra envolvendo uma fabricante de smartphones. Há seis anos, o Google anunciou a compra da Motorola Mobility por US $ 12,5 bilhões.

Comprar um pedaço da equipe de divisão móvel da HTC significa que o Google desafiará diretamente os parceiros Android, incluindo Samsung, LG e Huawei. Lembrando que o Google já teve problemas em seu relacionamento com a Samsung na época em que controlava a Motorola. A empresa sul coreana via como a ameaça ao seu mercado a entrada do Google como fabricante de hardware.

Alheio a possíveis problemas que a aquisição pode provocar com seus parceiros Android, Larry Page se mostrou muito empolgado com o negócio: “Juntos, criaremos experiências surpreendentes do usuário que sobrecarregam todo o ecossistema Android em benefício de consumidores, parceiros e desenvolvedores em todos os lugares”, disse o CEO da Google.

Google Compra HTC em Busca de Sinergia

A mudança poderá permitir que o Google alcance a sinergia de hardware e software que tão bem funciona para o iPhone da Apple. No início deste ano, o Google contratou um dos arquitetos de chips da Apple o que pode indicar uma tentativa de projetar seu próprio processador, a contra gosto claro da Qualcomm que perderia sua reserva de mercado.

Para HTC resta uma grande dúvida na cabeça de seus investidores sobre a capacidade da empresa de se manter competitiva. Apesar de já ter demonstrado muita competência em projetar e produzir hardware de excelente qualidade, a HTC nos últimos anos não conseguiu lançar nada que se aproximasse do sucesso de vendas de smartphones da Samsung e da Apple. Considerando isso, é um pouco surpreendente o fato da HTC continuar com sua própria unidade de smartphones mesmo após este acordo com o Google, que deverá ser concluído no início do ano que vem.

Via Google

Sobre o autor

Editor - Graduado em Marketing e hard user de tecnologia