Tudo indica que a Apple demitiu um engenheiro depois que o vídeo de hands-on do iPhone X feito por sua filha viralizou no YouTube. Brooke Amelia Peterson publicou o vídeo no início desta semana, que incluía uma viagem ao campus da Apple para visitar seu pai e ver de perto o iPhone X, ainda não lançado. Alguns trechos mostram um Caffé Macs, a cafeteria exclusiva dos funcionários do alto escalão da Apple, na sua sede na Califórnia.O vídeo de Peterson foi rapidamente replicado por diversos sites, como o 9to5Mac e se espalhou ainda mais no YouTube.

Peterson agora afirma que seu pai foi demitido como resultado da publicação de vídeo. Em um vídeo bem choroso, a menina diz que seu pai violou uma regra da empresa, permitindo que ela filmasse o aparelho inédito dentro do campus. A Apple solicitou que Peterson removesse o vídeo e a menina diz que fez isso imediatamente. Mas já era tarde demais, pois o conteúdo se espalhava rapidamente.

Vídeo da filha do Engenheiro revelou mais do que devia

O vídeo, em si só (veja abaixo), pode até ter parecer inocente para olhares menos atentos. Mas o site The Verge mencionou que dá pra perceber a exibição de um código QR exclusivo para funcionários e que o vídeo mostra também o aplicativo Notas, com o que parece ser nomes de código de produtos da Apple. Filmar no campus da Apple é estritamente proibido, de modo que essa filmagem do iPhone X antes do lançamento é definitivamente uma violação das regras.

Não é a primeira vez que uma demissão desse tipo ocorre. Por exemplo, um funcionário da Microsoft foi demitido depois que seu filho publicou fotos do Xbox 360 antes do lançamento. O engenheiro da Apple em questão trabalhou na empresa por cerca de quatro anos, construindo o RF do iPhone e o design de circuito Wi-Fi. Questionada sobre a demissão, a Apple se negou a comentar o assunto.

Via YouTube

Sobre o autor

Administrador e Editor – Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia