O bilionário e empreendedor bem sucedido do setor de tecnologia, Elon Musk, já havia afirmado em ocasiões passadas seu profundo medo do efeito negativo que a inteligência artificial pode trazer para humanidade. Ele já chegou a afirmar que a IA poderia ser uma possível causadora de uma terceira guerra mundial, além de provocar desemprego em massa.

Dessa vez, Musk comentou sobre o que pensa dos mecanismos de proteção contra uma inteligência artificial destruidora. Em uma conferência da Neuralink, empresa também controlada pelo bilionário sul africano, Musk citou acreditar que qualquer mecanismo de proteção contra IA tem apenas “de 5% a 10% de chances de sucesso”. Para ele é praticamente inútil qualquer tentativa de evitar um apocalipse provocado por uma inteligência artificial avançada.

Limites para Inteligência Artificial

Segundo Elon Musk, talvez a única saída seria criar um enlace neural entre humanos e máquinas. Somente assim se poderia evitar sermos ultrapassados pelas máquinas e posteriormente eliminados por elas. “Coincidentemente” é exatamente isso que sua empresa Neuralink tem desenvolvido, uma espécie de implante cerebral que pretende fazer uma ponte de mão dupla entre o cérebro humano e uma máquina.

Mas o proprietário da Tesla vai além, e tem desenvolvido através de uma outra empresa, a OpenAI, uma IA capaz de ensinar a si mesma. O objetivo deste projeto é criar padrões e limites para inteligência artificial.

Exagero ou não, é certo que Elon Musk não está sozinho na crescente preocupação sobre os malefícios que a IA pode trazer para humanidade.

Via The Next Web

Sobre o autor

Editor – Graduado em Marketing e hard user de tecnologia