Alguns anos atrás, a Hasselblad lançou uma versão Multi-Shot de 200 megapixels de sua câmera H5D. Agora a empresa está de volta com uma câmera médio formato  de 400 megapixels, a H6D-400c. Mas não se engane, ela não possui um sensor de 400 MP.

A tecnologia Multi-Shot da Hasselblad é bastante simples: a câmera usa uma técnica de movimentação do sensor e múltiplos disparos para combinação de imagens. Desta forma, ela dispara 6 fotos com movimentação precisa do sensor e depois combina essas imagens entregando uma imagem de 400 megapixels. O arquivo resultante é um único arquivo TIFF de 16 bits (23200 x 17400 pixels) que pesa nada menos do que 2,4GB. De fato, as imagens são grandes o suficiente para que a câmera precise ser conectada a um computador para poder capturá-las.

Obviamente que esse tipo de técnica de mudança de sensor demora um pouco, sendo mais adequado para captar cenas imóveis. Provavelmente você não conseguirá bons resultados em tentar captar imagens em que o objeto esteja em movimento.

Uma outra característica da câmera é a sua capacidade de emular a mesma funcionalidade de um sensor Foveon. O sensor padrão bayer captura imagens com as cores primarias RGB. As cores são distribuídas pelo sensor. Um pixel capta apenas uma cor, como por exemplo o verde, e deve emular o azul e o vermelho pegando informações dos pixels vizinhos. A 400C faz uma série de 4 disparos com movimentação do sensor. Assim todos os pixels captam todas as cores primárias e essas informações são mescladas em um único arquivo.

Toda essa tecnologia da Hasselblad tem o seu preço e que preço:  a câmera H6D-400c custará US $ 47.995 (R$ 154 mil) quando for lançada em março.

Via Circuit Breaker

Sobre o autor

Editor - Graduado em Marketing e hard user de tecnologia