Qual o sistema operacional mais usado? Já existem quase 19 mil dispositivos diferentes usando Android

A fragmentação no sistema Android sempre foi alvo de muita polêmica. Como muitas fabricantes lançam smartphones com Android, um sistema operacional administrado pelo Google, essas empresas deveriam pegar a nova versão lançada pelo Google e efetuarem as modificações necessárias para que rodem em seus aparelhos. Mas como nesse processo ocorre muitas personalizações do sistema por parte das fabricantes, essa atualização gera um custo e um trabalho complexo, fazendo com que muitas vezes as fabricantes só atualizem o Android em modelos mais populares. Além disso, em alguns casos, as atualizações chegam com grande atraso. Isso torna difícil o trabalho dos desenvolvedores visto que precisam se preocupar com seus aplicativos em versões antigas do sistema, que podem não conter recursos mais avançados.  Para piorar, isso irrita os usuários, pois esses deixam de receber muitas melhorias no sistema e não podem não usufruir de recursos importantes ou funções bacanas recém-lançadas.

Mas o último relatório de fragmentação do Android divulgado pela OpenSignal (empresa dedicada a mapear tudo o que ocorre no mundo mobile) fala por si só. Prestem atenção na seguinte declaração:

“A fragmentação é uma força e fraqueza do ecossistema Android, uma dor de cabeça para os desenvolvedores que também fornece a base para o alcance global do Android “.

Pois é! É um relatório interessante que nos ajuda a fazer algumas comparações com os outros sistemas operacionais móveis e nos mostra quão fragmentado o sistema realmente é. Primeiramente, vejam o gráfico da fragmentação por modelos.

Fragmentação do Android 1

A OpenSignal registrou 18.796 modelos dispositivos, um seja um aumento de 60% em relação aos 11.868 modelos do ano passado. E o ano anterior esse número foi de apenas 3.997 dispositivos. Loucura, não é mesmo?!

Agora reparem nos dados de uso baseado nas fabricantes:

 

Fragmentação do Android 2

A  Samsung tem um pouco mais de 40% do mercado Android. O número é um pouco menor que os 47,5% do ano passado. E quando se olha a participação das outras marcas, não resta a menor dúvida da soberania da empresa coreana na plataforma do Google. Isso sem dúvida é o responsável por fazer do Android o sistema operacional mobile mais usado do mundo.

Além disso, o relatório aponta para um dado espantoso no uso do sistema. Ainda hoje, o número de pessoas que executam o Android 2.3-2.3.2 é muito grande, especialmente quando se compara com a versão mais recente do sistema. E aqui facilmente podemos fazer uma comparação com o sistema operacional da Apple, o iOS e sua adoção na linha mobile da empresa. Veja abaixo:

 

Fragmentação do Android 3

 

Se a fragmentação do Android não costuma ser apontada como algo bom, ninguém pode negar que isso é uma característica do sistema que possibilita a diversidade tão querida na plataforma. É imensa a quantidade de  dispositivos e tamanhos diferentes e incontáveis são as opções de aplicativos presentes na loja do Google que acabam compensando algumas das limitações presentes em versões antigas do sistema. Isso sem falar nas opções baratas que faz com que cada vez mais pessoas possuam um smartphone. O mercado do Android é maluco mas não é tão difícil de se compreender. E como a concorrência é fundamental para o crescimento de um mercado, só podemos exaltar o desenvolvimento dessa plataforma.

Aqui você baixa o relatório completo do OpenSignal e observa muito mais detalhes interessantes.

 

 

 

(Via 9to5Google)

Post Author: Benicio Brown

Administrador e Editor - Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia