Como escolher o melhor cartão MicroSd para o seu smartphone

Usuários de smartphones Android estão acostumados com a idéia de expandir a capacidade de armazenamento do celular por intermédio de um cartão MicroSD. Essa é uma boa solução, já que a memória interna de 32GB de muitos aparelhos pode rapidamente ser esgotada com os arquivos pesados dos apps atuais e de videos gravados em 4K, por exemplo.

Isso foi exatamente o que aconteceu no meu caso ao adquirir um Galaxy S7 Edge de 32 GB. Com apenas alguns poucos meses de uso, percebi que precisaria adquirir um bom cartão de memória para dar conta dos videos e apps que comecei a armazenar no smartphone. A pesquisa pela melhor opção levou em conta três fatores importantes: tamanho da memória de armazenamento do cartão, velocidade de leitura/escrita de dados, e preço.

Capacidade de armazenamento

Baseado em experiências anteriores, ficou claro para mim que o mínimo necessário para suportar a demanda por armazenamento de dados em um smartphone em uso regular, seria de 64 GB (entre memória interna e cartão MicroSD). Logo a escolha óbvia seria um cartão de 32 GB, que somado a memória interna de meu celular, daria os 64 GB necessários para atender as minhas necessidades. Porém, ao analisar os cartões no mercado, percebi que a diferença de preço entre cartões de 32GB e de 64GB não são exageradas e minha escolha foi por um cartão de 64GB, que além de atender o que precisava, me daria uma folga para gravar meus vídeos 4K sem me preocupar com o tamanho do arquivo. Resolvido este critério, passei para o segundo e talvez mais importante aspecto na hora de se optar por um cartão de memória: velocidade de escrita e leitura dos dados.

Velocidade Escrita e Leitura do Cartão MicroSD

Após ler muitos artigos sobre o tema, percebi que muitos usuários prejudicam o desempenho do smartphone por colocar cartões com velocidade insuficiente de gravação e leitura dos dados. A primeira coisa a se pensar é na Classe de Gravação do Cartão, os cartões mais modernos possuem classe de gravação UHS 1 (U1) – 10 MB/s de velocidade de gravação sequencial mínima ou UHS 3 (U3) – 30 MB/s de velocidade de gravação sequencial mínima.

Existem outras classes, porém não muito recomendadas para lidar com videos 4K. São elas: Classe 2, Classe 4, Classe 6 e Classe 10. Não se deixe levar pelo preço, se existe a pretensão, por exemplo, de armazenar videos em alta resolução no seu smartphone, como é o meu caso, a recomendação é que não se abra mão de optar por um que seja UHS 1 ou UHS 3.

Preço

Agora é chegado o momento de se pensar na relação custo/benefício. Evidentemente que a escolha do cartão, e seu consequente preço, irá depender muito da real necessidade de cada usuário. No meu caso, como optei por um cartão MicroSD que pudesse trabalhar com altas taxas de velocidade de leitura e escrita de dados e que tivesse 64GB de capacidade de armazenamento, os valores encontrados flutuaram entre R$ 120 e R$ 160, dependendo da marca escolhida.

É importante ressaltar que adquiri o cartão pelo Mercado Livre, o que requer um cuidado maior com o fornecedor, sob o risco de comprar um cartão falsificado. O ideal é ler com atenção as recomendações de quem já fez negócio com quem você pretende adquirir o produto. Outra opção é comprar em um revendedor autorizado da marca, porém os preços podem ser 50 a 100% mais caros.

O cartão MicroSD que escolhi foi o SanDisk Extreme de 64 GB. Ele possui certificação Classe UHS 3, com velocidade de leitura de até 90MB/s e 60 MB/s de escrita, além de ser resistente ao contato com água e temperaturas extremas.

Cartão MicroSD Sandisk

Como Saber se o Cartão é Original?

Existem alguns aplicativos que nos ajudam a identificar a autenticidade de um cartão. O SD Insight revela o real fabricante do cartão e sua real capacidade de armazenamento, enquanto o A1 SD Bench testa a velocidade de gravação e leitura do cartão. Entretanto a forma mais confiável de se garantir que o seu produto é original é através do próprio site do fabricante. Empresas como Kingston e SanDisk por exemplo podem confirmar se o seu produto é original através do canal de suporte do site da empresa. No meu caso, a SanDisk solicitou algumas informações como número de série do cartão antes de atestar o produto como sendo autêntico.

Post Author: Oliver Brum

Editor - Graduado em Marketing e hard user de tecnologia