Uber omitiu um ataque hacker que expôs dados de 50 milhões de usuários

Um ciberataque à Uber Technologies expôs os dados de nada menos do que cinquenta e sete milhões de usuários. Como isso não bastasse, veio agora a tona que a empresa optou por omitir essa informação do público e foi mais além, pagou os hackers para que eles apagassem os dados e mantivessem o sigilo sobre o incidente. De acordo com a Bloomberg, tudo isso só foi revelado após o diretor de segurança da Uber, Joe Sullivan, ter sido dispensado pela empresa.

O ataque que ocorreu em outubro de 2016, levou a exposição de dados como nomes, números de telefone e e-mails de cinquenta milhões de usuários da Uber. Mas não foram somente os usuários que tiveram seus dados expostos, sete milhões de motoristas da plataforma tiveram informações pessoais comprometidas, inclusive o número da carteira de motorista de 600 mil desses que atuam nos Estados Unidos.

Uber Afirma que Cartões de Crédito Não Foram Expostos

Segundo a empresa, os hackers não tiveram acesso a dados como número do cartão de crédito, informações sobre as viagens realizadas e endereços dos usuários, entretanto, após esse fatídico episódico, fica difícil acreditar em algo dito pela empresa.

A decisão de omitir o incidente, foi uma tentativa da Uber de evitar maiores complicações com os órgãos reguladores que já estavam na época, investigando a empresa por violação de privacidade. A Uber pagou US$ 100 mil aos hackers para que apagassem os dados roubados e se mantivessem em silêncio sobre o ocorrido.

Dara Khosrowshahi
Dara Khosrowshahi – CEO da Uber

“Nada disso deveria ter acontecido e não vou dar desculpas para isso. Estamos mudando a forma como estamos fazendo negócios”, disse Dara Khosrowshahi, o CEO da empresa.

A Uber admitiu que o então presidente da empresa na época, soube do ataque um mês depois de ter ocorrido e tomou a decisão de acobertá-lo. Khosrowshahi, atual presidente, se comprometeu a evitar que trapalhadas como essa ocorram novamente: “Embora não possamos apagar nosso passado, me comprometo em nome de cada funcionário da empresa que vamos aprender com nossos erros”.

Via Bloomberg 

Post Author: Oliver Brum

Editor - Graduado em Marketing e hard user de tecnologia