Instagram Payments: sistema de pagamentos aparece silenciosamente

O Instagram acabou de adicionar um recurso de pagamentos em seu aplicativo. O Instagram Payments ainda está em teste, pois começou a aparecer apenas para alguns usuários. A descoberta foi feita hoje pelo site TechCrunch.

Instagram Payments

O Instagram Payments permite que os usuários adicionem à sua conta da rede, um cartão de crédito ou débito (lembrando que ainda só estamos falando de EUA) e um PIN para segurança adicional. Após a configuração inicial, os usuários poderão fazer compras no Instagram. Já existem relatos de usuários que observaram a possibilidade de agendar consultas em spas e fazer reservas em restaurantes. Nesse último caso, a possibilidade se deu graças a uma integração com o aplicativo de reserva Resy. O Instagram confirmou que alguns usuários já podem reservar serviços de um número limitado de empresas na plataforma.

Planejamento antigo

O Instagram possui um planejamento para um sistema de pagamentos desde o início de 2017, mas o Facebook, empresa proprietária, já trabalha em sistemas de pagamentos desde 2013. A ideia sempre foi oferecer aos perfis de negócios a opção de permitir que os usuários reservem ou paguem por serviços oferecidos na rede social. Embora muito já tenha se comentado sobre o recurso, até hoje nada  havia sido liberado para usuários comuns. É bom destacar que o Instagram Payments ainda está uma fase de testes. Além disso, não duvide da resistência de muitos em fornecer dados sensíveis a qualquer empresa de Mark Zuckerberg, após todos os escândalos envolvendo privacidade no Facebook.

Instagram Payments

Sistema de pagamento em app de rede social, não é algo novo. Quem utiliza o Line, já deve ter observado essa opção disponível em suas configurações. Mas, claro, dada a quantidade de perfis de empresas e profissionais independentes que utilizam o Instagram para venderem produtos e serviços e a crescente popularidade da rede, podemos esperar muito alvoroço. O comércio na rede de Mark Zuckerberg já é intenso, sendo que no Brasil, artesãos e empresas cadastradas como MEI, aparecem com grande movimentação. Portanto, não resta dúvidas, que para esses, grandes possibilidades surgirão.

Via TechCrunch

Post Author: Benicio Brown

Administrador e Editor - Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia