Xiaomi Mi 8: levando a sério o rótulo de “Apple Chinesa”

Xiaomi Mi 8 é um clone do iPhone X

A Xiaomi é uma empresa realmente intrigante. Eu tive poucos de seus produtos, mas confesso que sempre me impressionei com a capacidade que ela tem de fazer aparelhos de qualidade, com preços tão competitivos. Não foi por poucos motivos que a empresa ganhou a fama de “Apple Chinesa”. Mas parece que ela agora precisa superar isso e deixar para trás esse rótulo. Digamos que o Xiaomi Mi 8, seu último lançamento e que comemora o oitavo aniversário da empresa, extrapolou o limite da vergonha. E que fique claro: não estou alheio aos vários lançamentos que outras empresas fizeram copiando o iPhone X. Somente acho que a Xiaomi não é “apenas mais uma fabricante chinesa”, como tantas outras. Mas parece que ela mesma ainda não entendeu o que isso significa. Ou entendeu mais do que possamos imaginar…

O Xiaomi Mi 8 é um belíssimo smartphone, mas é de fato, um clone descarado do iPhone X. As fotos a seguir comprovam isso:

Xiaomi Mi 8 é um clone do iPhone X

Xiaomi Mi 8: ele clona tudo? Não

Repare nas fotos, que de cara vemos uma diferença na parte frontal do Xiaomi Mi 8. A tela não vai até a borda inferior. Mas olha quem está ali! O notch, o entalhe superior originalmente lançado no celular da Apple, tão criticado no início e tão copiada na sequencia. Na traseira, o design possui duas câmeras de 12 megapixels, praticamente idênticas à do iPhone X. Há um painel de vidro e estruturas laterais de alumínio. Mas aqui encontramos um leitor de impressão digital circular bem no meio.

O Xiaomi Mi 8 traz um chip Snapdragon 845 da Qualcomm, uma tela FHD+ AMOLED de 6,21 polegadas, fabricada pela Samsung e uma incrível e absurda câmera frontal selfie de 20 megapixels!!! O aparelho também possui reconhecimento facial, com tecnologia de infravermelho que desbloqueia o telefone, analisando o rosto do usuário. Dentre os destaques técnicos do aparelho, encontramos ainda um GPS de dupla frequência, com suporte às bandas L1 e L5, o que faz com que os dados de localização sejam mais precisos. A memória é 6 GB de RAM, com até 256 GB de armazenamento.

Xiaomi Mi 8 é um clone do iPhone X

Falando de software, o Mi 8 roda a MIUI 10 no Android 8 Oreo. Agora reparem que até mesmo a colocação do sinal de celular, barra de energia e indicador de sinal Wi-Fi são praticamente idênticos aos do iPhone X. E sim… sim… ele também inclui Animojis, semelhantes ao iOS.

A Xiaomi também anunciou mais duas versões de seu lançamento comemorativo: o Mi 8 Explorer Edition, é uma versão superior e especialLogicamente é mais cara, mas adicionalmente ela possui desbloqueio facial 3D e o aguardado sensor de impressão digital sob a tela. A segunda versão é mais simples, o Mi 8 SE, (sim, lembra iPhone SE!). Ele possui um processador Snapdragon 710, com câmera traseira dupla de 12 e 5 megapixels e câmera frontal de 20 megapixels. O seu display é OLED, com 5,88 polegadas.

Agora a parte mais legal: a Xiaomi não copia os produtos da Apple nos preços, como já sabemos. Então, o Xiaomi Mi 8 custará a partir de 2.699 yuans chineses, aproximadamente R$1.570. O Mi 8 Explorer Edition custará 3.699 yuans chineses, ou aproximadamente R$2.150.

Conclusão 

Não resta dúvidas que estamos diante de um grande lançamento. Mas fica uma sensação estranha. O grande problema de copiar outros produtos não está exatamente no fato de usar características sugadas da concorrência. Isso é até comum no mercado tecnológico. O que realmente chateia é a velha mania de tentar confundir os consumidores, fazendo uso até mesmo de imagens promocionais idênticas. Nessas horas lembramos da famosa expressão usada por Steve Jobs: “Copycats”. E a Xiaomi já mostrou que, definitivamente, não precisa mais disso.

 

Via TechCrunch

Post Author: Benicio Brown

Administrador e Editor - Graduado em Tecnologia da Informação e hard user de tecnologia