Considerando uma carreira na gestão de condomínios?

A administração de condomínios é uma atividade complexa. Ela exige experiência e profissionais capacitados em cada área da gestão de um condomínio. Por isso, uma empresa de administração de condomínios deve possuir equipe qualificada para atender as diferentes demandas que existem em um condomínio.

O papel do administrador do condomínio

Como o nome sugere, o papel do administrador de condomínio (ou empresa que presta serviços de administração) é gerir a comunidade condominial e exercer poderes e deveres delegados em nome da empresa condominial ou do seu conselho de administração. O Administrador do Condomínio é responsável pela gestão de uma corporação multimilionária sem fins lucrativos, administrando dezenas de milhões de ativos (os condomínios) e requer experiência em componentes de construção, gerenciamento de projetos, finanças, direito, seguros e atendimento ao cliente. Quer saber mais sobre a gestão de condomínios ? Acesse https://prismaadm.com.br/

O Gestor e os Gestores prestam apoio operacional, financeiro e administrativo à comunidade condominial, incluindo a coordenação de vários serviços de que o condomínio necessita, entre outros. As responsabilidades de um gerente de habitação podem incluir alguns ou todos os seguintes:

  • Cobrança de taxas de despesas comuns
  • Negociação ou celebração de contratos em nome da corporação
  • Efetuar pagamentos a terceiros
  • Mantendo registros para a corporação do condomínio
  • Respondendo às reclamações do proprietário
  • Garantir a manutenção e reparação do imóvel
  • Contratação e monitoramento de empresas de serviços e supervisão de funcionários e contratados
  • Preparar projetos de orçamentos anuais e supervisionar o fundo de reserva
  • Implementação de um plano de gestão de emergência e resposta a emergências
  • Preparando certificados de status
  • Emissão de avisos de reunião e relatórios sobre os assuntos da corporação
  • Organizar reuniões do conselho e supervisionar a administração de todas as reuniões de proprietários
  • Acompanhamento do seguro da empresa
  • Elaboração de relatórios financeiros e agendamento de auditorias
  • Assessorar a diretoria do condomínio sobre o cumprimento da Lei do Condomínio, 1998
  • Aconselhar o conselho sobre suas responsabilidades financeiras (por exemplo, contribuições para o fundo de reserva, planejamento do fundo de reserva de longo prazo)

Modelos de Serviços de Gestão de Condomínios

As necessidades de uma comunidade de condomínios são diversas e dependem de uma série de coisas, incluindo tamanho e tipo de condomínio, idade do prédio ou prédios, demografia e status dos componentes do prédio (mecânicos, elétricos, etc.), carga de trabalho, etc. Em alguns casos, a associação de habitação emprega o gerente diretamente, mas muitas vezes contrata uma empresa de serviços de gestão de habitação. A forma de prestação do serviço de gestão varia e precisa ser adaptada às necessidades específicas de cada comunidade condominial. Dependendo da carga de trabalho esperada, isso pode variar desde simplesmente fornecer um gerente de alojamento em regime de visita ou meio período, até fornecer uma combinação de um gerente apoiado por um assistente ou assistente administrativo em período integral ou parcial e/ou um assistente (s) pelos administradores de condomínios. Todos desempenham um papel importante na prestação de serviços,

Administrador:

Esta é a linha de frente de qualquer equipe de gerenciamento. O Administrador recebe a primeira chamada para as questões, preocupações e assuntos mais urgentes. O administrador pode corrigir o problema diretamente. Caso contrário, ele deve encaminhar a preocupação para a pessoa certa. O administrador pode ser responsável por:

  • Manter registros da corporação do condomínio para que sejam facilmente acessíveis quando necessário
  • Recolha as taxas mensais de manutenção e acompanhe quem não pagou 
  • Emitir avisos de manutenção aos moradores 
  • Facilitar serviços como reserva de elevadores, emissão de alvarás de estacionamento, reserva de salão de festas ou quartos de hóspedes, etc. 

Gerente Assistente de Condomínio:

Normalmente empregado em comunidades relativamente maiores, esta posição geralmente é um passo para crescer na posição de gerente. O papel dos subgerentes é desobrigar o gerente de algumas funções e supervisionar o administrador. Um assistente administrativo já possui todas as habilidades de um administrador e estará preparado para assumir as responsabilidades de um síndico.

Alguns condôminos são especialistas em gestão de clusters, consistindo em um condômino que cuida de várias comunidades condominiais a partir de uma localização central. O gerente do proprietário do apartamento só está no local se necessário. Este estilo é mais adequado para condomínios onde a carga de trabalho é mínima e a abordagem funciona bem. Quer saber mais sobre gestão de condomínios, acesse https://prismaadm.com.br/administracao-de-condominio/

Independentemente dos gerentes e assistentes que prestam serviços de linha de frente para o condomínio, eles não poderiam funcionar sem a gestão O suporte da empresa de gestão habitacional, incluindo contabilidade robusta, educação/treinamento/supervisão contínua, relações humanas e alta administração. Em muitos casos, a associação condominial não funciona por meio de uma administradora de imóveis e contrata diretamente o administrador do condomínio.

Fonte de Reprodução: Getty Imagem

Administrador de condomínio :

Muitos condomínios são administrados por um único administrador de condomínio. Portanto, além das responsabilidades dos administradores listadas acima, o gestor teria que:

  • Supervisão de todas as operações regulares, tais como:
  • Manutenção preventiva periódica dos equipamentos mecânicos, elevadores, sistema de segurança contra incêndio, gerador de emergência, etc.
  • Gestão financeira do orçamento da corporação certificando-se de que os fundos são gastos de forma mais eficiente
  • Supervisão de equipe no local 
  • Relações com o Conselho e relatórios em reuniões
  • Construir relacionamento com provedores de serviços desempenha um papel importante para garantir que, quando necessário, eles venham fornecer seus serviços rapidamente
  • A inspeção periódica de todas as áreas comuns para identificar deficiências ajuda o administrador do condomínio a priorizar o trabalho que deve ser concluído primeiro
  • Tirar dúvidas e reclamações dos moradores 

Requisitos educacionais e de licenciamento para gerentes de condomínio

É o órgão criado para licenciar e regular as empresas e profissionais de administração de condomínios. Os requisitos de educação e experiência de trabalho para obter uma licença são estabelecidos na Lei de Serviços de Gerenciamento de Condomínios de 2015 (CMSA). Todas as empresas e administradores que prestam serviços de gestão de condomínios em Ontário devem ser licenciados. O CMRAO emite três tipos diferentes de licenças:

Licença Restrita – Esta é uma licença de nível de entrada para indivíduos que são novos na profissão e estão trabalhando para obter sua licença geral. Os Licenciados Restritos podem fornecer serviços de administração de condomínios somente sob a supervisão de um Licenciado Geral.

Licença Geral – Esta é a licença individual completa. Os Licenciados Gerais atenderam a todos os requisitos de educação e experiência de trabalho e podem atuar como administradores de condomínios primários e fornecer serviços de administração de condomínios sem supervisão.

Licença de Provedor de Gestão de Condomínios – Esta é a licença para uma corporação, parceria, empresa individual, associação ou organização que presta serviços de gestão para um condomínio.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Assessoria_de_condom%C3%ADnio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.